Proibição Venda Produtos Kaspersky EUA: Impactos e Razões

Voltar para Blog

Proibição dos produtos Kaspersky nos EUA

A administração Biden anunciou a proibição da empresa russa de segurança cibernética Kaspersky de vender seus produtos para novos clientes nos Estados Unidos a partir de 20 de julho, com atualizações permitidas apenas para clientes existentes até 29 de setembro. Essa ação, baseada em autoridades concedidas ao Departamento de Comércio em 2019, ocorre após anos de alertas da comunidade de inteligência dos EUA sobre a Kaspersky representar uma ameaça à segurança nacional.

Razões da proibição

A proibição da Kaspersky é resultado das capacidades cibernéticas ofensivas contínuas do governo russo e da possibilidade de influenciar as operações da empresa. O governo dos EUA realizou uma investigação minuciosa e decidiu pela proibição devido aos riscos representados pela empresa, que poderia ser utilizada para espionagem.

Impacto nos EUA

A proibição da Kaspersky pode afetar diretamente as operações de empresas americanas que utilizam seus produtos, uma vez que perderão atualizações críticas de definições de antivírus em apenas três meses. O Departamento de Comércio está trabalhando em conjunto com outros órgãos para garantir uma transição suave para alternativas seguras.

Posicionamento da Kaspersky

A Kaspersky nega ser uma ameaça à segurança nacional ou um agente do Kremlin, afirmando que a decisão do governo dos EUA foi baseada em preocupações teóricas e no contexto geopolítico atual. A empresa pretende buscar todas as opções legais disponíveis para preservar suas operações e relacionamentos.

Referências

Fonte: WIRED

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog
💬 Precisa de ajuda?