Microsoft Adia Recurso Recall Novamente: Novidades e Requisitos

Voltar para Blog

Microsoft adia recurso Recall novamente

De acordo com uma postagem atualizada no blog do vice-presidente de Windows e Dispositivos, Pavan Davuluri, a Microsoft irá adiar mais uma vez seu controverso recurso Recall. Quando o recurso retornar “nas próximas semanas”, será disponibilizado como uma prévia para PCs no programa Windows Insider. Recall é um novo recurso de IA do Windows 11 que estará disponível em PCs que atendam aos requisitos do programa “Copilot+ PC” da empresa.

Requisitos para PCs Copilot+

Os PCs Copilot+ precisam ter pelo menos 16GB de RAM, 256GB de armazenamento e uma unidade de processamento neural (NPU) capaz de pelo menos 40 trilhões de operações por segundo (TOPS). Os primeiros PCs que atenderão a esses requisitos são aqueles que utilizam os chips Arm Snapdragon X Plus e X Elite da Qualcomm, com processadores Intel e AMD compatíveis chegando posteriormente neste ano.

Problemas de segurança do Recall

O Recall funciona capturando periodicamente screenshots do PC e salvando-os no disco, para depois escaneá-los com OCR e criar um banco de dados de texto pesquisável. No entanto, a falta de criptografia nesse processo permitiu que qualquer usuário com acesso ao PC visualizasse e copiasse essas informações, o que gerou preocupações com a privacidade dos usuários.

Compromisso com a segurança

Após críticas e preocupações com a segurança, a Microsoft prometeu adicionar criptografia adicional e proteções de autenticação, além de desativar o Recall por padrão. Essas alterações seriam implementadas em uma atualização para os primeiros PCs Copilot+ em 18 de junho. A empresa também se comprometeu a priorizar questões de segurança em detrimento de novos recursos de IA.

Referências

Fonte: Ars Technica

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog
💬 Precisa de ajuda?