Desqualificação Foto Concurso Fotografia Uso IA Humanos

Voltar para Blog

Disqualificação de Foto em Concurso de Fotografia por Uso de Inteligência Artificial

Um concurso de fotografia jurado desqualificou uma das imagens originalmente selecionadas como uma das três melhores em sua nova categoria de arte de IA. O motivo da desqualificação foi o fato de a foto ter sido tirada por um humano e não gerada por um modelo de IA.

Regras do Concurso e Discrepância na Categoria de IA

Nas categorias não relacionadas à IA, as regras dos Prêmios 1839 observam que eles “se reservam o direito de solicitar prova de que a imagem não foi gerada por IA, bem como prova de propriedade dos arquivos originais”. No entanto, aparentemente, os prêmios não solicitaram nenhuma prova correspondente de que as inscrições na categoria de IA foram geradas por IA.

Entrada de Foto Humana na Categoria de IA

O fotógrafo, conhecido pelo pseudônimo Miles Astray, conseguiu inscrever sua foto “F L A M I N G O N E” na categoria gerada por IA, onde foi selecionada e premiada com o terceiro lugar, além de ganhar o prêmio de Escolha do Público. Astray defende que a entrada da foto na categoria de IA foi para mostrar que o conteúdo feito por humanos ainda é relevante.

Consequências e Reflexões sobre Arte de IA

A desqualificação da foto de Astray gerou debates sobre o papel da IA na arte e as questões filosóficas e econômicas envolvidas nesse cenário. A situação evidencia como as visões centradas no humano influenciam a percepção de obras de arte apresentadas como criações de IA.

Referências

Referência: https://arstechnica.com/ai/2024/06/this-photo-got-3rd-in-an-ai-art-contest-then-its-human-photographer-came-forward/

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog
💬 Precisa de ajuda?